BEM VINDOS

É UM PRAZER TER SUA VISITA

Seguidores

sábado, 29 de maio de 2010

MÉDICOS E MÉDICOS

Tenho procurado a muito tempo diagnosticar uma possível doença que tenho, a uns 15 anos minhas mãos tremem e com o passar do tempo tem aumentado o tremor e passado também para as pernas, dia 10/05 decidir procurar mais um médico para tentar uma solução.Ele foi muito atencioso e o laudo que ele fez foi o que escaneei abaixo e ele também passou alguns exames. Como sou professora da secretaria de educação do DF tive de trocar o atestado no orgão responsavél que aqui é o NAMO, primeiro de 30 dias que o médico tinha me concedido eles cortaram 15 dias e passei por pericia 4vesez, imaginem tomando antidepressivo e rémedios para insonia tive de pegar onibus e ir a pericia que fica a 45km de minha casa, sozinha pois não tinha quem pudesse me acompanhar e quando chegava a tal péricia o médico mal olhava no meu rosto, acho que alguns nem sabiam de que cor era minha pele( os professores do DF estão sendo tratados apenas como um número ou uma máquina que quebra e é substituida, não temos mais valor como profissional e pior nem como ser vivo). Tenho que abrir uma grande excção para a psicologa que foi otíma e me tratou como gente.
A muitos anos procuro solução para meu problema que alguns medicos dizem que pode ser tremor essencial, tremor familiar, ansiedade e por ultimo mal de parkson. E todos os diagnosticos não tem cura e sim paliativos que me fazem tremer menos. Será que um dia vou descobrir o diagnostico certo? ou o médico certo?( desculpem o desabafo é que estou cançada de tudo isso)

2 comentários:

Professora Neide disse...

Eu posso até imaginar tudo que vc está passando , principalmente quando se trata de perícia médica para afastamento no trabalho .já passei um pouco disso com problemas de depressão , foi muito ruim . o meu estado AL parece que é o pior nestes casos. Mas confie em Deus tudo vai dar certo . Um xero !

LENIRA disse...

Não são só os professores do Distrito Federal,são os de todo o Brasil,amiga.Também sou professora,do Estado do Rio de Janeiro e somos tratados como se fossemos apenas números.Também, já passei pelo que vc tem passado.Mas se apegue a Deus e a sua arte,que vc vai se sentir muito melhor.Confie em Deus que é fiel e faz o Universo inteiro conspirar a favor dos que o amam.Beijos e muita paz.